Quem sou eu

Minha foto
Pesquisador da área de leitura e literatura. Fã de Guimarães Rosa, Miguel Sanches Neto e Ana Maria Machado.Profissional da educação.

domingo, 21 de agosto de 2011

Pintura do realismo


  • No período realista a pintura se manifestou no tratamento da paisagem, sem a exaltação e personificação românticas demonstrou, simplesmente, uma reprodução desapaixonada e neutra, do que se oferece à vista do pintor. Passou, depois, aos temas do cotidiano, que tratou de forma simples e crua.
  • Principais nomes: Na França: adquiriu uma particular intensidade, contado com nomes como: Camille Corot, impulsionador do paisagismo realista; J.-F. Millet e Honoré Daumier, que retrataram a vida dura dos camponeses e do operariado citadino; Gustave Courbet, verdadeiro entusiasta da pintura morta; Édouard Manet, pintor multifacetado que abriu à sua arte novos horizontes.
  • As pinturas realistas causaram grande escândalo, os artistas eram acusados de agradar à arte, quer pelos temas banais, por vezes ofensivos, pelas cores (excessivamente mortas e bom gosto), pela falta de elaboração das composições. Mas, para os defensores, a representação da realidade era a última palavra em audácia artística.

Almoço na relva - Édouard Manet


O Vagão de Terceira Classe – Honoré Daumier


Jean-François Millet - Las espigadoras


Cathédrale de Chartres - Camile Corot

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas